Box Lab

Saiba mais

Saiba mais

Design de Produtos

Você sabe o que é Design?

Design é o estudo aplicado dos materiais, formas, cores e ergonomia para produtos industriais, no qual os aspectos de construção sejam viáveis para uma produção em série e o resultado disso se torne uma boa experiência de uso para o consumidor.

O design permite idealizar, criar, desenvolver e conceber produtos, de forma normatizada. Por isso o design é tanto estratégico quanto técnico no que se refere à projeção de produtos ideais e solução de problemas operacionais.

Por cuidar de aspectos funcionais, ergonômicos e visuais (visão tridimensional), o design foca no conforto, segurança e satisfação dos consumidores, consequentemente agregando valor maior aos produtos.

E como isso se aplica na Box Lab Escola Criativa?

A Box Lab Escola Criativa irá estimular aspectos criativos, educativos e sociais de seus alunos.

  • Criatividade
  • Trabalho em equipe
  • Combate à timidez
  • Solução de problemas
  • Autoconfiança
  • Concentração
  • Empatia
  • Comunicação
  • Cooperação
  • Participação

Além disso, a visão tridimensional do design utiliza-se do desenho à mão livre e software 3D.

A Box Lab utilizará também software e impressora 3D para materializar as ideias dos alunos, que serão incentivados a discutir, propor projetos e executá-los individualmente ou em equipe.

Em cada aula os alunos se surpreenderão com as novidades criativas!

Vamos conhecer um pouco mais sobre os pilares da Box Lab?

(fonte: Wikipedia)

A primeira Impressora 3D foi inventada em 1984 por Chuck Hull, um engenheiro físico norte-americano do estado da Califórnia, utilizando a estereolitografia. Graças aos avanços da impressão 3D, é possível imprimir tudo, desde próteses a corações, rins e outros órgãos vitais humanos. Ela é utilizada em diversos ramos de produção, como em joalheria, calçados, design de produto, arquitetura, indústria automotiva, aeroespacial e de desenvolvimento médico. Os objetos a serem impressos são desenhados primeiramente em um um software de modelagem. O arquivo com o modelo tridimensional é processado em outro software fatiador, que converte o modelo em uma série de camadas ou fatias, resultando em um arquivo Código G. Após isso, o computador envia as instruções para a impressora, que aquece a matéria-prima, ou filamentos, e começa a desenvolver o modelo em uma pilha muito fina de camadas. A principal vantagem desta técnica é a sua capacidade para criar praticamente qualquer forma ou característica geométrica.

Que tal aprender a imprimir na Box lab?

E sobre Linguagem de Programação?

Nas primeiras décadas do século XX, os cálculos numéricos eram baseados em números decimais. Eventualmente, se percebeu que a lógica podia ser representada com números tão bem como com as palavras. Grandes contribuições de cientistas das décadas de 50, 60 e 70 avançaram a linguagem de programação. A década de 1980 foi um tempo de consolidação e implementação, especialmente com as contribuições vindas do EUA e Japão. A década de 1990 não viu nenhuma novidade fundamental, mas a recombinação e maturação das ideias antigas. Como exemplo temos a linguagem Haskell de 1990, as linguagens Python e Java de 1991. A evolução das linguagens de programação continua, tanto na indústria quanto na pesquisa, para aplicação prática em todos os âmbitos do mundo moderno. Muito conhecido por nossas crianças são os jogos ou games - eles são criados a partir da programação.

E então, vamos aprender como tudo isso funciona e criar seus próprios games na Box Lab?

Quanto à  Cultura Maker, ela foi responsável pela criação e evolução de indústrias inteiras como a indústria dos computadores pessoais. Com a chegada e popularização de tecnologias de construção sofisticadas como a impressão 3D e os microcontroladores como o Arduino, o movimento maker é considerado o início de uma nova revolução industrial de proporções gigantescas e profundas para nossa sociedade. O criador do Arduino - uma das grandes referências para a massificação dos makers - desenvolveu este microcontrolador como open hardware, o que permite ser utilizado para qualquer projeto que uma pessoa esteja idealizando ou desenvolvendo.

Desta forma, na Box Lab ensinamos você como tudo isso funciona a partir da metodologia baseada em projetos e assim é se torna possível criar e desenvolver seus próprios projetos com as ferramentas maker, mecânica e eletrônica. Hora de por a mão na massa!

Já a Robótica é um ramo educacional e tecnológico que trata de sistemas compostos por partes mecânicas automáticas e controladas por circuitos integrados, tornando sistemas mecânicos motorizados controlados automaticamente por circuitos elétricos.

Neste sentido, robotização é o nome dado ao processo que envolve a implementação de ferramentas tecnológicas que possibilitem a automação de tarefas outrora executadas por humanos, de forma que tais atividades passem a ser executadas por meio de robôs.

A ideia de se construir robôs começou a tomar força no início do século XX com a necessidade de aumentar a produtividade e melhorar a qualidade dos produtos. É nesta época que o robô industrial encontrou suas primeiras aplicações. O pai da robótica industrial foi George Devol. Devido aos inúmeros recursos que os sistemas de microcomputadores nos oferece, a robótica atravessa uma época de contínuo crescimento que permitirá, em um curto espaço de tempo, o desenvolvimento de robôs inteligentes, fazendo assim a ficção do homem antigo se tornar a realidade do homem moderno.

Parece difícil? Não! Aprenda robótica brincando na Box Lab!

E para terminar, mais um pouquinho sobre Design. A história do design engloba atividades como a cerâmica, marcenaria, movelaria e metalurgia, normalmente classificadas como artes-menores. Nos séculos XVIII e XIX os meios de produção na Europa Ocidental foram aperfeiçoados. A produção em séries aumentou muito o valor do modelo a partir do qual se produzia, numa época denominada primeira Revolução Industrial. A criação ficava ainda à cargo dos artesãos, mas a otimização dos processos necessitou de um rigor de projeto, fazendo com que surgissem novos profissionais especializados em projetar os produtos. Mas a precariedade da industria surgente resultou em produtos mal acabados e que tentavam imitar os produtos artesanais.

Novos materiais e de novas técnicas de fabricação permitiram novas possibilidades ao desenvolvimento de produtos e serviços. A segunda Revolução Industrial se iniciou na metade do século XIX (c. 1850 - 1870), e seu final normalmente é associado à Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945), envolvendo uma série de desenvolvimentos industriais no campo da química, da energia elétrica, do petróleo e seus derivados. Surgiram os navios a vapor feitos de aço, a aviação foi desenvolvida, dentre outros. O design esteve sempre presente em todas as fases dos projetos, quer seja no esboço, criação, prototipagem, materialização e soluções. E essas soluções podem ser marcantes tanto no aspecto profissional quanto social!

Se você quer aprender e nos ajudar a melhorar o mundo, embarque na Box Lab conosco!

Eduardo Barros - Designer de Produtos e fundador da Box Lab.